"Portal do Inferno" é descoberto por arqueólogos na Turquia

Pesquisadores acreditam ter encontrado o monumento dedicado a Plutão, o deus do submundo.

Imagem: Reprodução/Discovery NewsPassagem para o Submundo(Imagem:Reprodução/Discovery News)Passagem para o Submundo


Pesquisadores acreditam ter encontrado o monumento dedicado a Plutão, o deus do submundo. De acordo com o Discovery News, um grupo de arqueólogos italianos descobriu na Turquia as ruínas do “Portão de Plutão” — ou Plutonium —, que, para os antigos povos greco-romanos, era uma espécie de passagem para o inferno. O sítio se encontra em Hierápolis, que hoje é considerada Patrimônio Mundial da UNESCO e fica próximo ao famoso destino turístico de Pamukkale, na Anatólia.

Plutão era considerado o deus dos mortos — ou do submundo — pela mitologia greco-romana. Segundo os arqueólogos, o portal para o inferno era, na verdade, uma caverna natural através da qual uma grande quantidade de gases letais escapava para a superfície, capazes de matar qualquer ser vivo que se aproximasse de mais da entrada.

O local ficava próximo a um templo dedicado a Apolo, e sua associação com a morte foi crescendo por causa dos peregrinos que visitavam o lugar. Os próprios pesquisadores foram testemunhas das propriedades letais da caverna durante as escavações, presenciando a morte instantânea de diversos pássaros que tentavam se aproximar da entrada do local.

A imagem que abre esta notícia é uma simulação tridimensional de como o “Portão de Plutão” provavelmente foi um dia, e a imagem acima mostra o local encontrado pela equipe italiana. Do portal para o inferno de antigamente, os arqueólogos encontraram uma piscina e inúmeros degraus saindo da caverna, além de uma inscrição com uma dedicatória ao deus do submundo.

Imagem: Discovery NewsMonumento em homenagem à Plutão(Imagem:Discovery News)Monumento em homenagem à Plutão

 
Editada em 08/04/2013 as 23h24 - Por: Lucas Stefano Fonte: