Professores de Timon recebem salário acima do piso do MEC

Além da atualização dos salários atrasados e o pagamento acima do piso, a secretaria já liberou o pagamento dos funcionários efetivos referente ao mês de fevereiro.


Imagem: ReproduçãoFoto Ilustrativa(Imagem:Reprodução)Foto Ilustrativa
O reajuste anunciado pelo MEC- Ministério da Educação em janeiro deste ano foi de 7,97% no piso salarial de professores do ensino básico da rede pública. Com este aumento, o piso dos professores passou de R$ 1.451 para R$ 1.567.

O aumento foi concedido com base no percentual de aumento, de 2011 a 2012, do Fundeb - Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação. O novo valor é o mínimo que deve ser pago aos professores com jornada de 40 horas semanal de trabalho.

O prefeito Luciano Leitoa e a secretária de Educação Dinair Veloso cumpriram ainda em janeiro o que determinou o MEC, mesmo com as dificuldades financeiras herdadas da gestão anterior.

O reajuste concedido para a classe em Timon ficou acima do piso estipulado pelo MEC. A secretária Dinair Veloso falou que o aumento faz parte de uma política de valorização do professor do governo Luciano Leitoa. “Esse aumento era necessário para que nossos professores soubessem da importância que têm neste governo, para que todos saibam que educação de qualidade é nossa prioridade”.

O trabalho da SEMED tem sido reconhecido pelos funcionários. Além da atualização dos salários atrasados e o pagamento acima do piso, a secretaria já liberou o pagamento dos funcionários efetivos referente ao mês de fevereiro, ou seja, o pagamento foi liberado ainda dentro do mês trabalhado. 

Foram pagos 1182 servidores efetivos, entre professores e administrativos, resultando em montante de R$: 2.394.476,65 (Dois milhões, trezentos e noventa e quatro mil quatrocentos e setenta e seis reais e sessenta e cinco centavos) referente ao mês de Fevereiro de 2013. 
Editada em 28/02/2013 as 16h31 - Por: Lucas Stefano Fonte: SECOM